Loading...
Pathwork®2018-06-14T12:27:38+00:00

Pathwork®

Participe de um Grupo de Pathwork em Campinas

Não existe pré-requisito para participar dos grupos. É aberto a qualquer pessoa interessada em se trabalhar.

São encontros semanais coordenados por facilitadores ou helpers, com duração de duas horas para o estudo em grupo do tema de uma das 258 palestras.

O conteúdo de estudo é disponibilizado aos alunos antes das sessões para que todos possam identificar suas dúvidas e questões.

Nos grupos é possível obter uma compreensão mais profunda dos princípios delineados na palestra, por meio de explicações teóricas, da aplicação do conteúdo à vida de cada um, além de exercícios e meditações.

Como funcionam os grupos de Pathwork?

Os grupos são fixos, portanto, uma vez que o aluno escolha seu dia e horário é importante se firmar nesse grupo.

Faz parte do trabalho de desenvolvimento pessoal o comprometimento e responsabilidade de frequentar o grupo semanalmente nos horários combinados assim como a leitura das palestras. O sigilo também faz parte do contrato de participar de um grupo pathwork, garantindo, assim, um espaço seguro para os integrantes se colocarem com tranquilidade.

O investimento para participar de um grupo de pathwork em 2018 é de R$320,00 mensais. A mensalidade que cada profissional cobra tem a ver com o tempo de formação do mesmo, além disso seguimos a sugestão da tabela da Regional de SP, portanto, esse valor, a princípio, não é negociável. Nos meses de julho, metade de dezembro e janeiro normalmente temos férias. Os feriados ou dias em que o Profissional não possa dar o grupo serão descontados do aluno.

Outras informações

Se houver interesse em ler as palestras do pathwork, basta acessar o site: http://www.pathworksp.com.br

Após um período mínimo de 2 anos de participação em grupos de estudo, o aluno poderá se inscrever para o Programa Pathwork® de Transformação Pessoal.

Para maiores informações você pode preencher o formulário abaixo, ou envie um email para [email protected] ou envie um Whatsap para (19) 99791-1426

Mais informações a seguir!

O que é caminho do Pathwork

“Uma jornada das regiões conhecidas para as desconhecidas da alma”

O que é Pathwork?

O Pathwork é uma metodologia psicológica e espiritual. Também pode ser chamada de uma abordagem transpessoal. Fundamentada no estudo e vivência do conjunto de 258 palestras sistematizadas durante 20 anos pela Austríaca Eva Pierrakos.

A Busca espiritual não é mais território exclusivo dos peregrinos e dos monges solitários. Enumeras pessoas hoje estão embarcando em uma jornada para conhecer a si mesmas mais profundamente. Para a maioria das pessoas, a meta consciente é, a princípio, simplesmente aprender como se sentir melhor, ter uma vida mais produtiva e satisfatória.

Os que estão envolvidos com a busca interior sabem que é preciso um exame mais profundo de nossa mente e de nossos sentimentos- de nossas crenças, esperanças, sonhos, enganos e medos. Assim pelejamos para encontrar uma terapia que se adapte melhor, um caminho que leve aonde precisamos ir.

A grande e espantosa variedade dos caminhos comuns e das terapias é um testemunho da diversidade dos seres humanos e da coragem/verdade de sua busca.

Trabalhamos nos níveis mental, emocional e espiritual.

No mental tomando consciência das minhas questões, já trabalhadas e não trabalhadas; Observando nosso comportamento, valores e atitudes.

Desenvolvendo assim, o “eu observador”, que permite identificar confusões internas, avaliar conceitos e crenças equivocadas sobre a vida.

No emocional acolhendo o sentir que vier a partir do contato com o meu eu inferior;” e a nossa criança ferida, lugares esses que são projetados e transferidos para as nossa relações atuais.

É muito importante deixar nosso sentir fluir novamente, pois é comum que ele tenha ficado represado dentro de nós, gerando uma série de doenças físicas, mentais e emocionais.

No espiritual aprendendo a ver o divino que há em nós, no outro e no mundo. Ver a unidade na separação e a separação na unidade. O nome Deus é dado ao mundo espiritual, assim como, Universo ao mundo físico.

O Objetivo Do Caminho

Os ensinamentos do pathwork ensejam nossa transformação para que possamos cumprir nossa missão na terra, para que nos tornemos pessoas auto-realizadas e para que aprendemos a amar no verdadeiro sentido da palavra. Como membros da sociedade, nossa tarefa é transformar o planeta terra e criar uma irmandade global através da difusão da nova consciência e do desenvolvimento de novos meios de comunicação, interação e de solução de problemas.

A compreensão de nossa evolução pessoal como da evolução do planeta Terra e o esforço de nos tornarmos co-criadores conscientes de uma realidade nova e expandida constituem as metas mais auspiciosas e positivas deste caminho.

As Fazes do Processo de Transformação

A primeira fase do trabalho consiste em identificar áreas do seu universo interior, onde há confusões, concepções errôneas, emoções desagradáveis, defesas e sentimentos bloqueados. Vamos perceber que existem aspectos em nós não amadurecidos, e esses aspectos o pathwork chama de “eu criança” ou criança ferida, ou ainda criança interna.

Desta forma passamos a prestar atenção em nossa criança, curando antigos traumas; redimindo episódios dolorosos da infância…

Quando o “eu criança”, está mais forte e mais livre, o processo de desenvolvimento pode se dar fortalecimento do “eu adulto” ajudando o a prender o seu papel fundamental sem ser dominador” super-ego”.

A segunda fase é ativar a consciência maior que habita o ser humano, para que cada um aprenda a acessar as respostas aos desejos e anseios dentro de si com confiança e sabedoria.

Para saltar para esse nível transpessoal da alma é necessário que avancemos um pouco na integração e harmonização de nossos relacionamentos humanos e terrenos. Esse traz um diferencial para este caminho. Existem muitos métodos e práticas que procuram a realização do seu espiritual. Embora utilizando métodos válidos para alcançar esse objetivo, muitas disciplinas espirituais não dão a devida atenção àquelas áreas do ego que estão mergulhadas na negatividade e na destrutividade. Qualquer sucesso alcançado desse modo tem sempre vida curta e é ilusório, embora algumas experiências possam ser genuínas.

Um estado espiritual obtido de maneira unilateral não é sólido e não pode ser mantido a menos que seja incluída a personalidade como um todo

Visto que os seres humanos relutem em aceitar e em lidar com certas partes d si mesmos, eles frequentemente buscam refúgios em caminhos que prometem ser possível evitar essas áreas interiores problemáticas.

É grande a tentação de fazer uso de práticas espirituais para obter felicidade e realização e para evitar negatividades, confunsões e sofrimentos já existentes. Mas essa atitude aborta a propósito da vida; ela provém da ilusão e a reconduz. Uma dessas ilusões é que qualquer coisa que existe em você precisa ser temido ou negado. A verdade, porém, é que, por mais destruidor que seja, qualquer aspecto em você pode ser transformado. Somente quando você evita o que está no seu interior é que sua ilusão torna-se verdadeiramente nociva a você e aos outros.

Este caminho não é psicoterapia, nem é um caminho espiritual no sentido comum da palavra. Ele é, ao mesmo tempo, ambas as realidades.

Assim , este caminho deve ensinar-lhe a enfrentar tudo o que esteja em você, porque só quando fizer isso poderá verdadeiramente amar a você mesmo. É só então que poderá encontrar sua essência e seu verdadeiro Eu Divino. Se quiser encontrar sua essência, mas se recusar a encarar o que está em você, então não é um caminho indicado.

Este caminho exige de você o que a maioria das pessoas tem a menor disponibilidade de dar: lealdade para com o eu, revelação do que existe agora, eliminação das máscaras e dissimulações e a experiência da própria vulnerabilidade. É uma exigência rigorosa, mas te levará a paz e a plenitude autênticas. Uma vez comprometido com ela, porém, não é mais uma exigência rigorosa, mas sim um processo orgânico e natural.

Pathwork®
Participe de um Grupo de Pathwork em Campinas

Não existe pré-requisito para participar dos grupos. É aberto a qualquer pessoa interessada em se trabalhar.
São encontros semanais coordenados por facilitadores ou helpers, com duração de duas horas para o estudo em grupo do tema de uma das 258 palestras.
O conteúdo de estudo é disponibilizado aos alunos antes das sessões para que todos possam identificar suas dúvidas e questões.
Nos grupos é possível obter uma compreensão mais profunda dos princípios delineados na palestra, por meio de explicações teóricas, da aplicação do conteúdo à vida de cada um, além de exercícios e meditações.

Como funcionam os grupos de Pathwork?

Os grupos são fixos, portanto, uma vez que o aluno escolha seu dia e horário é importante se firmar nesse grupo.
Faz parte do trabalho de desenvolvimento pessoal o comprometimento e responsabilidade de frequentar o grupo semanalmente nos horários combinados assim como a leitura das palestras. O sigilo também faz parte do contrato de participar de um grupo pathwork, garantindo, assim, um espaço seguro para os integrantes se colocarem com tranquilidade.
O investimento para participar de um grupo de pathwork em 2018 é de R$320,00 mensais. A mensalidade que cada profissional cobra tem a ver com o tempo de formação do mesmo, além disso seguimos a sugestão da tabela da Regional de SP, portanto, esse valor, a princípio, não é negociável. Nos meses de julho, metade de dezembro e janeiro normalmente temos férias. Os feriados ou dias em que o Profissional não possa dar o grupo serão descontados do aluno.

Outras informações

Se houver interesse em ler as palestras do pathwork, basta acessar o site: http://www.pathworksp.com.br
Após um período mínimo de 2 anos de participação em grupos de estudo, o aluno poderá se inscrever para o Programa Pathwork® de Transformação Pessoal.
Para maiores informações você pode preencher o formulário abaixo, ou envie um email para [email protected] ou envie um Whatsap para (19) 99791-1426

“Uma jornada das regiões conhecidas para as desconhecidas da alma”

O que é Pathwork?

O Pathwork é uma metodologia psicológica e espiritual. Também pode ser chamada de uma abordagem transpessoal. Fundamentada no estudo e vivência do conjunto de 258 palestras sistematizadas durante 20 anos pela Austríaca Eva Pierrakos.

A Busca espiritual não é mais território exclusivo dos peregrinos e dos monges solitários. Enumeras pessoas hoje estão embarcando em uma jornada para conhecer a si mesmas mais profundamente. Para a maioria das pessoas, a meta consciente é, a princípio, simplesmente aprender como se sentir melhor, ter uma vida mais produtiva e satisfatória.

Os que estão envolvidos com a busca interior sabem que é preciso um exame mais profundo de nossa mente e de nossos sentimentos- de nossas crenças, esperanças, sonhos, enganos e medos. Assim pelejamos para encontrar uma terapia que se adapte melhor, um caminho que leve aonde precisamos ir.

A grande e espantosa variedade dos caminhos comuns e das terapias é um testemunho da diversidade dos seres humanos e da coragem/verdade de sua busca.

Trabalhamos nos níveis mental, emocional e espiritual.

No mental tomando consciência das minhas questões, já trabalhadas e não trabalhadas; Observando nosso comportamento, valores e atitudes.

Desenvolvendo assim, o “eu observador”, que permite identificar confusões internas, avaliar conceitos e crenças equivocadas sobre a vida.

No emocional acolhendo o sentir que vier a partir do contato com o meu eu inferior;” e a nossa criança ferida, lugares esses que são projetados e transferidos para as nossa relações atuais.

É muito importante deixar nosso sentir fluir novamente, pois é comum que ele tenha ficado represado dentro de nós, gerando uma série de doenças físicas, mentais e emocionais.

No espiritual aprendendo a ver o divino que há em nós, no outro e no mundo. Ver a unidade na separação e a separação na unidade. O nome Deus é dado ao mundo espiritual, assim como, Universo ao mundo físico.

O Objetivo Do Caminho

Os ensinamentos do pathwork ensejam nossa transformação para que possamos cumprir nossa missão na terra, para que nos tornemos pessoas auto-realizadas e para que aprendemos a amar no verdadeiro sentido da palavra. Como membros da sociedade, nossa tarefa é transformar o planeta terra e criar uma irmandade global através da difusão da nova consciência e do desenvolvimento de novos meios de comunicação, interação e de solução de problemas.

A compreensão de nossa evolução pessoal como da evolução do planeta Terra e o esforço de nos tornarmos co-criadores conscientes de uma realidade nova e expandida constituem as metas mais auspiciosas e positivas deste caminho.

As Fazes do Processo de Transformação

A primeira fase do trabalho consiste em identificar áreas do seu universo interior, onde há confusões, concepções errôneas, emoções desagradáveis, defesas e sentimentos bloqueados. Vamos perceber que existem aspectos em nós não amadurecidos, e esses aspectos o pathwork chama de “eu criança” ou criança ferida, ou ainda criança interna.

Desta forma passamos a prestar atenção em nossa criança, curando antigos traumas; redimindo episódios dolorosos da infância…

Quando o “eu criança”, está mais forte e mais livre, o processo de desenvolvimento pode se dar fortalecimento do “eu adulto” ajudando o a prender o seu papel fundamental sem ser dominador” super-ego”.

A segunda fase é ativar a consciência maior que habita o ser humano, para que cada um aprenda a acessar as respostas aos desejos e anseios dentro de si com confiança e sabedoria.

Para saltar para esse nível transpessoal da alma é necessário que avancemos um pouco na integração e harmonização de nossos relacionamentos humanos e terrenos. Esse traz um diferencial para este caminho. Existem muitos métodos e práticas que procuram a realização do seu espiritual. Embora utilizando métodos válidos para alcançar esse objetivo, muitas disciplinas espirituais não dão a devida atenção àquelas áreas do ego que estão mergulhadas na negatividade e na destrutividade. Qualquer sucesso alcançado desse modo tem sempre vida curta e é ilusório, embora algumas experiências possam ser genuínas.

Um estado espiritual obtido de maneira unilateral não é sólido e não pode ser mantido a menos que seja incluída a personalidade como um todo

Visto que os seres humanos relutem em aceitar e em lidar com certas partes d si mesmos, eles frequentemente buscam refúgios em caminhos que prometem ser possível evitar essas áreas interiores problemáticas.

É grande a tentação de fazer uso de práticas espirituais para obter felicidade e realização e para evitar negatividades, confunsões e sofrimentos já existentes. Mas essa atitude aborta a propósito da vida; ela provém da ilusão e a reconduz. Uma dessas ilusões é que qualquer coisa que existe em você precisa ser temido ou negado. A verdade, porém, é que, por mais destruidor que seja, qualquer aspecto em você pode ser transformado. Somente quando você evita o que está no seu interior é que sua ilusão torna-se verdadeiramente nociva a você e aos outros.

Este caminho não é psicoterapia, nem é um caminho espiritual no sentido comum da palavra. Ele é, ao mesmo tempo, ambas as realidades.

Assim , este caminho deve ensinar-lhe a enfrentar tudo o que esteja em você, porque só quando fizer isso poderá verdadeiramente amar a você mesmo. É só então que poderá encontrar sua essência e seu verdadeiro Eu Divino. Se quiser encontrar sua essência, mas se recusar a encarar o que está em você, então não é um caminho indicado.

Este caminho exige de você o que a maioria das pessoas tem a menor disponibilidade de dar: lealdade para com o eu, revelação do que existe agora, eliminação das máscaras e dissimulações e a experiência da própria vulnerabilidade. É uma exigência rigorosa, mas te levará a paz e a plenitude autênticas. Uma vez comprometido com ela, porém, não é mais uma exigência rigorosa, mas sim um processo orgânico e natural.