Psicoterapia

terapia_full_2711

Na nossa vivência diária, vamos acumulando sentimentos, experiências, conflitos e emoções.

Nossa profissão, nossa família, nossos amigos, relacionamentos e principalmente nossa realidade interna e externa, são os instrumentos para o aprendizado e o crescimento espiritual, transformando aos poucos nossa pequena casa interior.

O ser humano se aprimora com cada vivência, seja pela dor ou pelo amor. Estamos sempre evoluindo, jamais retrocedemos, porque não há como voltar. Podemos, sim, estacionar por algum tempo. Isso acontece quando estamos sofrendo e não conseguimos sair da energia da dor, quando estamos emaranhados em padrões sistêmicos de nossa família ou identificados com memórias do passado.

Algumas vezes parece que estamos andando para trás, porém isso não é verdade. O que acontece é que somos defrontados com situações difíceis, as quais ainda não sabemos como lidar, ainda não adquirimos a devida maturidade e competência. Então, a impressão é que somos incompetentes, por não termos a capacidade de darmos conta da questão.

Baixa Autoestima

Sentimos nossa autoestima muito baixa e entramos num estado depressivo ou em uma desesperança porque tínhamos expectativas diferentes sobre nós mesmos e consideramos que não alcançamos o que deveríamos alcançar. É um engano. Em nossa rotina atraímos para nossa vida os aspectos que ainda temos que desenvolver. Isso não significa que já não tenhamos muitos talentos, conhecimento e sabedoria.

Ser competente exige a vivência que, entre erros e acertos, vamos acumulando recursos, maestria e conhecimento.

Às vezes demoramos a aprender com um acontecimento porque não o acolhemos com sinceridade e compaixão. Não aceitamos a realidade como ela é, ficamos brigando com ela. Reagimos de forma negativa, muitas vezes na infantilidade e sentimos prazer em ficar na “sofrência”. Somos dominados pelo orgulho, medo e obstinação, assim não caminhamos em direção a nossa autoresponsabilidade. Apegamo-nos as velhas crenças de culpa ou de vítima, que se fundamentam no nosso não merecimento, autopunição e na nossa auto imagem idealizada, essa última cria um jeito muito exigente e rígido de nos tratarmos, o que reforça ainda mais esse ciclo vicioso da criança ferida.

Quantas vezes você se viu numa mesma situação, já vivida tantas outras vezes?

Potencialidade Criativa

Problemas financeiros, insatisfações, fazer maus negócios, ser traído/a, sentir-se sobrecarregado/a, discussões familiares, relacionamentos amorosos que sempre terminam do mesmo jeito ou que não começam… os lugares parecem ser novos, pessoas diferentes, mas, quando me dou conta estou repetindo os mesmos padrões e acessando as mesmas feridas internas.

Quando aprendemos com uma determinada vivência, que apenas refletia a nossa confusão interior, a transformação se faz, iluminando o canto escuro que escondia nossa ignorância.

Expandimos nosso mundo interno e nos sentimos mais leves, mais maduros, segurando as rédeas da nossa vida, e assim, assumimos nosso protagonismo!

Vamos aprendendo a acessar a nossa potencialidade criativa e transformar uma situação problemática, em algo mais simples e mais fácil.

Precisamos aprender através de nossa potencialidade criativa a transformar uma situação problemática, sem reagir. Não temos o controle sobre os acontecimentos externos, mas podemos controlar o nosso mundo interior.

Levar nossa atenção para dentro de nós. Assimilando a situação, compreendendo o seu significado e sua sincronicidade. Tornar-se competente e sábio diante da questão libertando-se para outros aprendizados. Assim, não temos mais que passar por esse sofrimento.

Não podemos menosprezar as experiências que a vida nos oferece. O universo nos traz tudo que necessitamos e, muitas vezes, por não percebermos o presente, deixamos de lado a oportunidade que nos é oferecida. Por isso, é importante agradecermos por tudo que passamos, pelos acontecimentos que a vida nos traz, sem reclamações e revolta.

Processo constante de auto conhecimento

O auto conhecimento é um processo constante e que ocorre através de acolher os sentimentos,reconhecer e soltar as crenças que não nos servem mais, abrindo espaço para novas experiências. Despertar a consciência para o significado dos acontecimentos. Vivenciar com o coração e a mente abertos à experiência, sem preconceitos.

Apesar da necessidade dessa transformação, muitas vezes, ficamos presos, sem ação. Demoramo-nos a jogar fora aquilo que não serve mais. Nos acostumamos com o que é ruim, porém, conhecido.

Como fazer essa reforma tão complicada, que nos trará à tona coisas antigas que não queríamos mais mexer, que preferíamos deixar lá, naquele porão?

Quando nos colocamos à disposição para vasculharmos nosso porão e organizar casa interior, não achamos apenas cacarecos, desordem, encontramos também muitas qualidades, encontramos o verdadeiro anseio de nossa alma e ainda tesouros esquecidos no porão.

Movermo-nos além do sofrimento é o caminho que leva a novas descobertas e paisagens.

Parar de sofrer é nossa decisão!

Raiva, medo, orgulho, ansiedade, desânimo, exigências, egocentrismo, indignação, compulsões são reações emocionais e não lhe ajudarão. Você quer algo novo?

Recomeça a emoção e o sentimento e acolha com sinceridade. Não se culpe por essa emoção, apenas deixe que ela vá se dissolvendo a medida que respira nela. Quando reconhecemos nossas reações automáticas, imediatamente elas começam a perder a força e param de criar situações difíceis e repetidas em nossas vidas externas.

Você é o único responsável pelo que cria em sua vida, ninguém mais.

O seu eu superior quer se manifestar em sua vida, mas para tanto, você precisa abrir espaço para ele. Ele se manifesta quando estamos calmos, em paz, sintonizados na energia amorosa ou simplesmente na presença.

Abra-se para o novo!

Procure parar o falatório mental, que fica o tempo todo dizendo como você deve agir, como você deveria ter feito!!

Silencie! Acalme!! RESPIRE!!

O seu eu superior quer ser semanifestar em sua vida, mas para tanto, você precisa abrir espaço a para ele. Ele se manifesta quando estamos calmos, em paz, sintonizados na energia amorosa ou simplesmente na presença.

Caso precise de uma ajuda, será um prazer e felicidade te acompanhar na sua jornada. Caso sejam um casal, o foco é parecido com a individual, no entanto, damos uma atenção maior para a comunicação do casal, olhamos para a relação e como cada um individualmente está contribuindo para fortalecer ou enfraquecer o relacionamento.

O investimento para a sessão individual e de casal é de R$ 290,00 em 2017. A duração da sessão é de 50 minutos a uma hora.

Para agendar um horário, ligue para (19) 3255-4256 com Luciane ou no Whatsapp (19) 99342-8186

Ou envie um email no cristina@cristinaflorentino.com.br para maiores informações.

Se preferir, pode preencher o formulário abaixo que entramos em contato.
Nosso consultório fica na Rua Nuporanga, 355 – Chácara da Barra – Campinas – SP.


Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Setembro

29Set - 30Todos os diasFormação nas Novas Constelações Familiares em CampinasMódulo VII - Facilitador René SchubertCentro Marianista de Caná

Outubro

6Out - 7Todos os diasWorkshop nas Novas Constelações Familiares - Araçatuba / BiriguiEncontroAraçatuba / Birigui

28Out09:00- 18:00Introdução a Constelação Familiar no curso de Psicologia Transpessoal – Clasi - CampinasEncontroClasi

29Out15:00- 19:19Workshop nas Novas Constelações Familiares - CampinasEncontro MensalEspaço Padma – Sousas – Campinas

Deixe seu e-mail para contato